O que há de bom e o que há ruim no Web Design?

Publicado por em 07/10/2015 às 11h57

web design

O Web Design é a arte de desenhar e montar sites de forma com que eles ofereçam, ao mesmo tempo, boa navegação e um visual agradável. Combinar os dois pode não ser tão fácil. Especialmente porque a internet é um ambiente em constante mutação e o que era bom até hoje, pode ser péssimo amanhã. Assim como o bonito pode ser tornar brega em instantes. Minimalista ou extravagante? Cada dia que passa tudo muda.

É muito importante, então, se manter sempre atualizado sobre as tendências comportamentais e se esforçar para saber que tipo de ação tem gerado mais conversão, quais itens deixam a navegação do site mais fluída e objetiva e, também, como é o site ideal para o seu público-alvo.  Para facilitar o seu processo de pesquisa, o SitePX separou que há de melhor e o pior no atual cenário do Web Design.

web designO que há de melhor no Web Design?

  •          Visual do texto – o texto não é apenas conteúdo e palavras! O tamanho e disposição das frases fazem toda a diferença na composição de um site. Assim como cores e a tipografia (escolha das fontes). Dessa forma, trabalhar com o texto gráfico é algo que pode despertar o interesse do público e, ainda, garantir a melhor navegação.
  •          User Experience – já comentamos aqui no SitePX a importância de valorizar a experiência do usuário acima de tudo. Afinal, o site é feito para ser direcionado ao público. Ao garantir a melhor experiência de usuário, é possível fidelizar o público e, de quebra, aumentar a taxa de conversão, já que a User Experience também consiste em direcionar o usuário pelo conteúdo.
  •          Conteúdo centrado – quando o objetivo é focar o site em um conteúdo curto e específico, o conteúdo centrado é a melhor opção de Web Design. Ou seja, o conteúdo fica localizado à direita da área central do site. O resto é preenchido com elementos visuais agradáveis, chamativos e de acordo com a identidade visual da marca.
  •          Conteúdo dividido – quando objetivo, no entanto, é trabalhar com muito conteúdo de diferentes categorias e áreas, outro formato deve ser estudado. Dividir o conteúdo em seções – sendo que cada uma pode ter uma própria identidade – oferece oportunidades criativas interessantes para o designer, além de ficar visualmente bonito.

O que há de pior no Web Design?

  •          Rolagens excessivas – um dos efeitos de transição que se popularizou com o Facebook e o Tumblr foi a rolagem “infinita”. Por mais que seja um efeito interessante, o uso excessivo tem sido desgastante para o recurso. Hoje há sites que abusam da rolagem infinita ao não organizar o conteúdo e, ainda, colocam muitos efeitos que pesam a navegação.
  •          webNavegação oculta – quando se pensa em plataformas móveis, faz sentido comprimir todos os menus para caber em um pequeno quadrado que se expande ao clicar. No entanto, na navegação tradicional esse recurso é uma complicação desnecessária, quebrando o fluxo da navegação.
  •          Sobreposição – imagens, textos e cores sobrepostos, se não forem cuidados com muita atenção, podem gerar problemas de leitura para os internautas, além de ficar feio. Simples assim.
  •          Página introdutória – simplesmente, por quê? Por que alguém quebraria o ritmo da navegação inserindo uma página introdutória que o cliente com certeza vai fechar logo de cara? Isso se ele não desistir do site. Página introdutória não é recomendada para quem quer ter um bom design.

Graças ao SitePX, mesmo que você não seja um Web Designer especializado, poderá por em prática todas essas dicas graças ao criador de sites. Então, para mais dicas valiosas de como criar um site de sucesso, continue seguindo SitePX!

Tags: como criar um site, design, internet, navegaçao, web, web design

voltar para Dicas para criar um site

left show tsN fwR fsN|left tsN b01e fwR bsd show|left fwR tsN show|bnull||image-wrap|news login c05|fsN fwR normalcase tsN|c05|login news fwR normalcase|tsN fwR normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||