Por que fazer o marketing com a cabeça na Nuvem?

Publicado por em 11/11/2015 às 15h21

marketing

Levou algum tempo, mas não muito, para que todas as empresas abrissem a cabeça para internet e começarem a praticar o marketing digital. Agora, o mesmo está acontecendo com a computação em nuvem. Ainda há quem resista à novidade, mas o potencial dessa tecnologia que reduz a necessidade de gastos com infraestrutura é imenso. Pode ter certeza, fugir não é a decisão mais sábia.

Tudo começou com armazenamento. Primeiro de forma modesta, serviços como o 4shared e Skydrive permitiam o upload de arquivos e documentos que não fossem muito pesados. Afinal, a internet de dez anos atrás não era tão rápida e poderosa quanto de a hoje. O serviço, no entanto, evoluiu e agora é possível armazenar quantidade quase ilimitada de dados sem a necessidade de discos rígidos e data centers.

A situação avança ainda mais quando o assunto é processamento em nuvem, e é aí que a tecnologia se mostra a grande solução para empresas no futuro. Apesar de ainda não estar tão disseminado, especialmente com os problemas de conexão do Brasil, o processamento em nuvem permite que toda a parte pesada de softwares seja executada em outro lugar e apenas transmitida nos computadores da empresa. Serviços como o GeForce NOW, por exemplo, possibilitam que computadores simples rodem jogos pesados. No ramo empresarial, isso reduziria o custo de manutenção e upgrade de máquinas.

Veja os cinco pontos em que a Nuvem mais afetará o marketing digital:

  1.       nuvem Mais marketing, menos TI – uma dificuldade comum entre os praticantes do marketing moderno é ter que lidar com parte tecnológica do mercado. Graças ao processamento em nuvem e a simplificação de interfaces, a tecnologia será mais acessível e intuitiva para os profissionais de marketing.
  2.        Gestão remota – conhece o site Jovem Nerd? Produzindo diversos tipos de conteúdo referentes à cultura pop e nerd, este popular portal é uma grande exemplo de gestão remota possibilitada pela nuvem. Com um escritório localizado em Curitiba, no Paraná, a dupla Jovem Nerd e Azaghal coordenam editores e produtores de conteúdo localizados em vários outros estados do Brasil.
  3.        Customização de aplicativos – é possível adicionar softwares de desenvolvimento de aplicativos à nuvem e fazê-los em uma interface simples para que até leigos consigam manuseá-los com alguma facilidade. Já passou o tempo de ter que instalar e aprender. Agora, basta acessar à nuvem e aprender fazendo!
  4.        Gestão de custos – para começar, a nuvem é muito mais barata do que qualquer hardware. Isso é indiscutível. Mas, além deste fato, há possibilidades infinitas de customização de planos para empresas de todos os tamanhos. Seja um comércio local ou uma multinacional, há uma alternativa viável para o seu negócio.
  5.        Segurança de dados – a criptografia dos sistemas de armazenamento em nuvem hoje em dia é avançada o suficiente para que seus dados estejam mais protegidos na rede do que em um disco rígido. Tanto em termos de violação de privacidade quanto de perda de dados.

Como sempre, quanto surge uma tecnologia com a possibilidade de reduzir nossos gastos e simplificar a vida, não faz sentido algum tentar fugir. Dessa forma, fica a pergunta: você já está fazendo marketing na nuvem? A hora chegou!

Para mais dicas de empreendedorismo e como criar um site de sucesso, continue acompanhando o blog do SitePX!

Tags: Aprenda como criar um site, como criar um site, marketing, marketing digital, nuvem

voltar para Dicas para criar um site

left show tsN fwR fsN|left tsN b01e fwR bsd show|left fwR tsN show|bnull||image-wrap|news login c05|fsN fwR normalcase tsN|c05|login news fwR normalcase|tsN fwR normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||