Por que vídeos são essenciais para o marketing mobile?

Publicado por em 22/06/2015 às 11h20

Não é novidade aqui no SitePX falar sobre como a navegação mobile está mudando o marketing digital. Leitores do site já sabem que o Google desenvolveu o conceito de um novo momento na hora da compra, o ZMOT, e, também, que há aspectos bem específicos do consumo via dispositivos móveis. E, mais uma vez, o Google compartilha seu banco de dados com empreendedores e mostra que a crescente navegação mobile mudou ainda mais o mercado.

Essas mudanças vêm do aparecimento de micromomentos que são possíveis apenas porque a navegação mobile é muito mais rápida e pode acontecer em qualquer momento e lugar. Logicamente, a forma de consumir não foi a única coisa que mudou. O tipo do conteúdo preferido pelos consumidores já não é mais o mesmo. Textos longos? Linguagem rebuscada? De forma alguma! O consumidor quer vídeos, curtos, ágeis e informativos, e empreendedores espertos podem tirar proveito disso.

Publicidade mobile não é mal recebida

Como o consumo de conteúdo na internet é muito personalizado, fazer publicidade tradicional – aquela empurrado goela abaixo – tem se mostrado desafiador e pouco produtivo, pois lida com a adversidade dos internautas. Além disso, por se tratar de um novo veículo, ainda há dificuldades técnicas ao transpor a publicidade para os moldes da navegação em dispositivos móveis.

E, veja só, esses problemas apontados estão se resolvendo naturalmente. Seguindo dois pontos básicos, a publicidade em vídeos mobile não é tão rejeitada pelo público. E esses dois pontos não são nada de outro mundo.

Criar vínculo emocional com o consumidor

Dados do Google apontam que o internauta móvel está mais propenso a consumir e compartilhar publicidade do que o consumidor padrão de outras mídias como a televisão. O principal motivo disso é o fato de que o marketing de conteúdo torna as marcas uma pessoa próxima ao consumidor, um amigo virtual. Quando esse vínculo existe, a publicidade deixa de se tornar inconveniente durante a navegação mobile.

Sempre dar opção

Mesmo estando mais disposto a consumir a propaganda, o internauta não gosta de sentir-se obrigado a fazer isso. Afinal, a navegação em smartphones geralmente é feita de forma de rápida, utilizando o tempo curto que o consumidor tem para ela. É preciso respeitar essa limitação e sempre dar ao consumidor a possibilidade de não ver a propaganda naquele momento. Segundo o Google, três em cada quatro consumidores dizem que ter a opção é imprescindível.

Menos agressividade, mais conteúdo

É digno de nota, no entanto, que a publicidade tradicional e o marketing agressivo já não funcionam tão bem quanto antes. Como mencionado antes, a empresa agora deve se tornar um amigo do consumidor, criar um vínculo emocional. E isso não vai acontecer gritando “COMPRE!”, “CONTRATE!” e coisas do tipo. Apenas o conteúdo é capaz de gerar esse vínculo. E o conteúdo em vídeo é o principal, especialmente em se tratando do público jovem.

Propagandas bem humoradas agradam mais. Mas o principal fato da atenção do consumidor são vídeos que ajudem a tomar a decisão durante a pesquisa para a compra. O consumidor moderno prefere consultar um celular dentro da loja do que contatar um vendedor. Vídeos de tutorial (o clássico “como fazer”) e vídeos de unboxing (apresentação de produtos) são os principais consumidos pelo internauta.

Resumindo, então: o vídeo é a mídia do momento, se quiser conquistar o público do século XXI, faça marketing audiovisual. Lembre-se, no entanto, de criar um vínculo emocional e sempre dar a opção de pular a propaganda! Para mais dicas de empreendedorismo e como criar um site de sucesso, continue seguindo o SitePX.

Fonte: Think with Google
Categoria: Conteúdo, Marketing Digital
Tags: conteúdo, marketing digital, mobile, SitePX, vídeos

voltar para Dicas para criar um site

left show tsN fwR fsN|left tsN b01e fwR bsd show|left fwR tsN show|bnull||image-wrap|news login c05|fsN fwR normalcase tsN|c05|login news fwR normalcase|tsN fwR normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||