Psicologia do Marketing: a importância do “porque”

Publicado por em 27/05/2015 às 11h17

marketing
Não há como negar que a psicologia está muito presente no ato de comprar e agir na internet. Aqui no SitePX mesmo, já contamos qual é a natureza psicológica por trás do compartilhamento em redes sociais. Em outra ocasião, também compartilhamos algumas estratégias de marketing que envolvendo uma dose – bem leve, é claro – de manipulação da mente. O texto de hoje pode servir como uma continuação deste, trazendo mais gatilhos mentais explorados pelo marketing.

Vale ressaltar que estratégias baseadas no inconsciente do consumidor são bem polêmicas e exigem um tratamento extremamente ético. Um exemplo exagerado – mas cabível – de como mexer com a mente das pessoas é perigoso: imagina se o Professor Xavier, de X-Men, fosse uma má pessoa! Ele poderia fazer com que todo o mundo entrasse em crise. Voltando para o ambiente palpável do marketing digital, a manipulação mal-intencionada pode fazer com que o consumidor tenha gastos desnecessários e ainda manchar a reputação da empresa.

Enfim, sabendo agora que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades – citando super-heróis mais uma vez – vamos entender a importância dos “porquês”!

Estratégia do “porque”

marketingMuitas estratégias consistem em pedir algo do consumidor, por exemplo: responda a enquete, assine nossa newsletter, compre nosso produto, participe da nossa promoção... E, logicamente, ao utilizar este tipo de estratégias o empreendedor espera poder contar com a cooperação do consumidor. Mas o que fazer para garantir que o cliente queira colaborar? Vejamos um exemplo!

Imagine a situação de ser abordado por um pedinte, há três estratégias que ele pode usar:

  • “Dá um dinheiro pra mim?” – Simplesmente assim. Pede e não explica nada. A não ser que o pedinte seja extremamente carismático, essa abordagem é a menos eficaz. O máximo que ele vai ganhar é um nariz empinado.
  • “Preciso comprar fraldas” – Dessa vez, além de pedir o dinheiro, o pedinte dá uma explicação. Dessa vez, algum dinheiro ele vai conseguir, especialmente se puder convencer de que sua história é verdadeira.
  • “Quero comprar cachaça” – Se o pedinte chegasse à sua frente dizendo que quer dinheiro para comprar bebida, você duvidaria? Ao ser tão aberto quanto às suas intenções, o pedinte conseguirá alguns pontos pela honestidade.

A explicação é simples! O ser humano tende a acatar pedidos com maior vontade caso haja uma explicação para a demanda, mesmo que a explicação não seja tão agradável, como pedir dinheiro para comprar cachaça.

E como aplicar isso para a sua empresa?

Simples: ofereça explicações. Seja para coisas pequenas ou grandes. Por exemplo, ao criar um site, desenvolva uma página “Porque escolher a minha empresa”; ao pedir o e-mail para envio da newsletter explique porque a newsletter é legal; ao pedir para participar de uma campanha, diga porque é bom participar da campanha. Não tome ações sem motivo, ou pelo menos não deixa a falta de motivo aparente. O cliente espera uma explicação.

Dá para trazer o exemplo para o SitePX! Você sabe porque é bom acompanhar o blog do SitePX, não sabe? Isso mesmo! Por que apenas aqui você tem as melhores dicas de empreendedorismo e como criar um site de sucesso.

Categoria: Como atrair clientes
Tags: Aprenda como criar um site, Aprenda criar site, como criar um blog, como criar um site, como criar um site de sucesso, SitePX

voltar para Dicas para criar um site

left show tsN fwR fsN|left tsN b01e fwR bsd show|left fwR tsN show|bnull||image-wrap|news login c05|fsN fwR normalcase tsN|c05|login news fwR normalcase|tsN fwR normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||