Redes Sociais movimentam mais de 10 bi de dólares no Brasil

Publicado por em 23/01/2015 às 11h44

social media
O mundo digital cresceu imensamente nos últimos anos. Há alguns anos atrás criar um site parecia ser uma tarefa muito difícil. Apenas especialistas sabiam como criar um site de sucesso e isso foi mudando gradativamente com a facilidade de acesso a informação. A internet possibilitou isso, por meio de portais de conteúdo, sites, blogs e as redes sociais. Algo fascinante sobre as redes sociais é que são capazes de movimentar capital não apenas para seus donos, mas, também, para a economia nacional e milhões de empreendedores de todos os níveis. É o caso do Facebook, rede social mais acessada no mundo que movimenta no Brasil cerca de 10 bilhões de dólares. 

Para analisar este fenômeno, o site Delloite lançou o estudo Impacto do Facebook na Economia Global. Impacto este que, segundo o relatório, é de 227 bilhões de dólares no mundo, sendo que 10 são movimentados no Brasil. No post de hoje do Blog SitePX, veremos o que isso quer dizer.

Primeiro ponto: o Brasil é muito importante para o Facebook (e vice-versa). Atingindo a marca dos 10 bilhões de dólares gerados pela rede social, o país do verde e amarelo só está atrás dos Estados Unidos (100 bi) e do Reino Unido (11 bi). A diferença pode ser gritante em relação ao primeiro colocado, mas é um “logo ali” em relação ao segundo. Sozinho, o dinheiro gerado para economia Brasileira corresponde à metade das Américas do Sul e Central juntas.

Segundo ponto: o Facebook gera empregos! Levando em conta que os dados apresentados são referentes ao ano passado, a geração de empregos por causa da rede no mundo foi de 4,5 milhões. Aqui no Brasil, 231 mil pessoas foram empregadas em 2014 graças à brincadeira que o Mark Zuckerberg, dono da rede social, começou em 2004. Número bem interessante para mostrar àqueles que insistem em não enxergar pontos positivos na presença cada vez maior da rede social no cotidiano dos consumidores.

O estudo divide a renda gerada pelo Facebook em três frentes diferentes: Marketing, Plataforma e Conectividade. Entenda o que cada uma delas representa:

dinheiroO dinheiro está no Marketing

Esta frente analisa o quanto empresas têm lucrado com vendas online e offline graças ao marketing digital praticado no Facebook. E, nisso, o Brasil é líder – se desconsiderarmos os EUA, é claro, que estão tão na frente que mesmo o segundo lugar não consegue vê-lo. Dos 10 bilhões de dólares gerados em 2014, 84% (U$ 8,4 bi) veio do marketing digital. Em relação à geração de empregos, são 189 mil brasileiros contratados para atuar com o marketing no Facebook.

O desempenho acima da média que o Brasil apresenta nesta categoria pode ser atribuído ao enorme engajamento dos usuários brasileiros com as redes sociais. Estima-se que 1 em cada 3 pequenas empresas brasileiras esteja presente no Facebook e, possivelmente, tenha a rede como a principal fonte de acessos. Acessos que possuem a taxa de conversão em vendas de 2,9%. Pode parecer pouco, mas é extremamente superior ao pico de outras mídias que é de 1,6%.

Plataforma e conectividade: tecnologias que geram lucro

social networkO estudo entende como plataforma, o desenvolvimento de aplicativos por parte de terceiros cuja renda vem de monetização ou microtransações. O jogo Candy Crush é um dos principais exemplos de empresas que lucram utilizando o Facebook como plataforma. O Brasil ainda está desenvolvendo essa frente, tendo lucrado 0,6 bilhões de dólares em 2014. Este número, porém, representa mais da metade das Américas do Sul e Central, que geraram um total de 1 bilhão.

Já a conectividade se refere ao lucro gerado por investimentos em conectividade em decorrência do Facebook. Ou seja, venda de smartphones, uso de internet móvel e compra de aplicativos tendo o uso do Facebook como objetivo. No Brasil, o lucro gerado pela conectividade foi 1,3 bilhões de dólares. No mundo, foram 50 bilhões. Inclusive, o próprio Facebook fez investimentos para melhorar a conectividade de países emergentes como a Índia e o Vietnam.

E o que tirar de tantos números? Que o Facebook – e as outras mídias sociais também – é vital para a prosperidade de um negócio no meio digital. Inclusive, ao criar um site, o compartilhamento com redes sociais é um fator considerado muito relevante para a integração com o internauta. Não à toa, o SitePX otimiza todos os posts de seu site para a publicação em redes sociais.

Mas, e aí, a sua empresa já faz parte do grupo que compartilhou desses U$ 10 bilhões?

Lembre-se, ao criar um site de sucesso nunca esqueça de utilizar os benefícios das redes sociais para divulgar seu negócio.

Fonte: Facebook's Global Economical Impact, Dolloite.com
Tags: análise, facebook, marketing, redes sociais, SitePX

voltar para Dicas para criar um site

left show tsN fwR fsN|left tsN b01e fwR bsd show|left fwR tsN show|bnull||image-wrap|news login c05|fsN fwR normalcase tsN|c05|login news fwR normalcase|tsN fwR normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||